Acessibilidade

A+
A-

Temperatura

Atendimento: 2ª à 6ª, das 7:00h às 13:00h (MS)
(67) 3471-1130 / 3471-1417 / 3471-1593

Vigilância Sanitária alerta sobre os riscos de queimadas urbanas para a saúde e acidentes.


Publicado em: 20/08/2018 16:13
Fonte/Agência: Coordenação VISA.
Autor: Paulo do Amaral
Vigilância Sanitária alerta sobre os riscos de queimadas urbanas para a saúde e acidentes.

A Coordenação de Vigilância Sanitária alerta que é terminantemente proibida queimadas. Quem verificar um infrator colocando fogo deve e pode denunciar a Vigilância Sanitária para que possa fiscalizar e aplicar as multas contra o infrator, o telefone é 3471-2971.

O objetivo é evitar as queimadas, prática ilegal muito utilizada para a limpeza de quintais e terrenos baldios, que causa danos ao meio ambiente, polui o ar e causa problemas respiratórios na população. A Prefeitura tem buscado soluções para melhorar a qualidade do ar e a redução da emissão de gases do efeito estufa e a proibição das queimadas dentro do limite urbano vem de encontro a este propósito.

Muitas vezes um incêndio começa com a queimada de lixo no terreno de um proprietário. A prática, por colocar em risco pessoas e o patrimônio alheio, além do meio ambiente, é considerada criminosa e encontra previsão legal na Lei nº 9.605/1998, conhecida como a Lei de Crimes Ambientais, que em seu artigo 54.

Embora a prática seja considerada natural em muitas comunidades, é importante que fique claro que quem “ateia” fogo em lixo está cometendo um crime ambiental e infração sanitária. A poluição causada pelo fogo gera uma fumaça formada por gás carbônico cuja concentração na atmosfera colabora para o aumento do efeito estufa e do aquecimento global. Sem falar dos riscos à saúde humana, como alergias e doenças respiratórias.

Se você quer se desfazer de lixo ou de folhas que caem no seu terreno, há alternativas limpas e corretas, como indica o site Queimadas Urbanas:

1. Enterrar o lixo em cova rasa, pois assim ocorre a oxigenação e a decomposição para fertilizar o solo.

2. Usar o lixo orgânico em compostagem.

3. Se forem em pequenas quantidades, os ramos podem ser quebrados e ensacados junto com as folhas para o lixeiro levar.

4. Se o lixo for em grande quantidade, contrate uma caçamba ou ligue no pátio da prefeitura – 3471-2040, para que seja realizada a coleta.

 

CONSCIENTIZAÇÃO E DENÚNCIA:

Se você testemunhar alguém colocando fogo em lixo, converse com a pessoa e a informe que a prática é ilegal.

Se ela não quiser colaborar, você pode fazer uma denúncia para a Vigilância Sanitária ou para a Secretaria de Meio Ambiente.