Acessibilidade

A+
A-

Temperatura

Atendimento: 2ª à 6ª, das 7:00h às 13:00h (MS)
(67) 3471-1130 / 3471-1417 / 3471-1593

Em busca de recursos para asfaltar a Vila Nova Esperança, Prefeita Dra. Patrícia vai ao Ministério das Cidades.


Publicado em: 23/05/2018 15:21
Fonte/Agência: Assessoria de Comunicação
Autor: Anailton Batista – Ascom (Com informações do BNDES)
Em busca de recursos para asfaltar a Vila Nova Esperança, Prefeita Dra. Patrícia vai ao Ministério das Cidades.

Prefeita Doutora Patrícia com o Diretor de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades e o prefeito

A prefeita de Iguatemi Patrícia Nelli Margatto está em Brasília participando da Marcha dos Prefeitos em Defesa dos Municípios, promovido pela CNM – Confederação Nacional dos Municípios e aproveitando a ocasião para levar projetos que visam a obtenção de recursos Federais para investimentos nos mais diversos setores do município.

Em uma destas agendas, na manhã desta quarta-feira (23), ela esteve no Ministério das Cidades na companhia do prefeito de Mundo Novo Valdomiro Sobrinho, onde reuniu-se com o Diretor de Mobilidade Urbana Ricardo Caiado de Alvarenga, tratando da liberação de recursos na ordem de 5 Milhões de reais que deverão ser destinados para obra de pavimentação asfáltica na Vila Nova Esperança.

“Nossa proposta de adesão ao Programa Avançar Cidades está em fase de avaliação junto à Caixa Econômica Federal e se Deus quiser muito em breve teremos boas notícias para a nossa população, em especial aquelas que moram na Vila Nova Esperança”.

O PROGRAMA - O programa é uma iniciativa do Governo Federal para impulsionar projetos de infraestrutura de sistemas de transporte coletivo e de transporte não motorizado, além da elaboração de projetos executivos e planos de mobilidade urbana. Com recursos do Programa Pró-Transporte, o “Avançar Cidades” prevê R$ 3,7 bilhões de financiamento disponibilizados pelo FGTS, com valor mínimo de financiamento de R$ 5 milhões e máximo de R$ 200 milhões.

A abertura de um grande programa de investimento na área de mobilidade urbana abre oportunidade para que os municípios apresentem projetos de qualidade, capazes de transformar a realidade local.

Cada município poderá encaminhar mais de uma proposta com valor mínimo estabelecido, desde que o somatório dos valores de seus projetos não ultrapasse o limite máximo indicado de acordo com o porte populacional.

Entre os projetos apoiáveis estão a implantação de pavimentação de bairros, poligonais e itinerários de transporte público coletivo, implantação de abrigos e estações, e construção de pontes, drenagem e calçadas, implantação ou adequação de sinalização viária, construção de passarelas e passagens para pedestres, medidas de moderação de tráfego e arborização e paisagismo, desde que vinculados às ações exigidas pelo Programa.