Acessibilidade

A+
A-

Temperatura

Atendimento: 2ª à 6ª, das 7:00h às 13:00h (MS)
(67) 3471-1130 / 3471-1417 / 3471-1593

NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE O ATENDIMENTO AO INDÍGENA “JADISON”:


Publicado em: 25/04/2018 17:51
Fonte/Agência: Assessoria de Comunicação
Autor: Assessoria de Comunicação
NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE O ATENDIMENTO AO INDÍGENA “JADISON”:

Conforme relatado pelo prefeito do município vizinho de Japorã/MS em reportagem a imprensa no último dia 21 de abril, a morte do menino indígena de nome “Jadison Martines” de dez anos, morador da aldeia Porto Lindo está trazendo questionamentos junto à secretaria municipal de saúde do município de Iguatemi do motivo de o caixão ter sido enviado de volta à sua comunidade lacrado e com adulterações no corpo da criança.

Conforme narrado pelo prefeito de Japorã, “Jadison” estava em casa, com os pais, quando teve um mal súbito. “Imediatamente o pai desesperadamente pediu socorro a Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI)”, disse o prefeito, acrescentando que as ambulâncias não estavam na aldeia.

Ocorre que, no dia 18 de abril, a criança deu entrada no Pronto Atendimento Municipal de Iguatemi, já em estado de óbito, o que foi constatado após análise da médica de plantão.

A médica cumpriu o protocolo de atendimento e como foi constatado o falecimento da criança desde a entrada no PAM de Iguatemi, o corpo do menino foi encaminhado imediatamente para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Naviraí, onde foi periciado e devolvido com o caixão lacrado por ordem do médico legista daquela cidade diretamente para família para o velório, o que foi confirmado pelo próprio pai da criança.

Afirmamos que, conforme registros do atendimento da criança, que constatou sua entrada já em estado de óbito, este município não mantém nenhuma responsabilidade sob quaisquer violações ou adulterações do corpo de “Jadison”.

Declaramos ainda que, diariamente, recebemos pessoas vindas de outros municípios, em especial aos moradores da aldeia Porto Lindo localizada em Japorã/MS e são atendidas prontamente por nossos profissionais de saúde com todo respeito e atenção que todo ser humano tem direito e merece, e assim, SEMPRE SERÁ!

Todo e qualquer comentário que foram feitos em redes sociais ou mesmo aqueles que possam surgir sobre a responsabilidade deste município no tocante à morte ou violação do corpo da criança é inverídica.

Renovamos nosso compromisso com a saúde de toda população, garantidos em Lei e os atendimentos aqui realizados sempre terão como premissa a vida.

 

Iguatemi/MS, 25 de abril de 2018.

 

IVONI kANAAN NABHAN PELEGRINELLI

Secretária Municipal de Saúde de Iguatemi